Eliminação Nego Di no Big Brother Brasil - 2 lições para todo empreendedor

Quem nunca teve certeza de algo e quando foi colocar em prática viu que não era bem assim? Fique tranquilo, todo empreendedor passa por isso


O mercado, assim como BBB, vive das pessoas comprarem suas ideias, seja dedicando tempo votando em alguém, quanto dinheiro em seus produtos e serviços.

O caso do Nego Di, mostrou que só ter audiência não é o suficiente, é preciso construir conexões verdadeiras com seu público e entregar valor à elas. Isso explica por que algumas pessoas estão ganhando milhões de seguidores, outros milhares e algumas perdendo pra valer!

Qual é a diferença entre o BBB e a sua empresa? Você consegue fazer pesquisas, entrevistar seus clientes e buscar informações nos dados que você tem dentro e fora de casa. Mesmo assim, existem milhares de negócios que preferem viver na escuridão da informação e em alguns casos na mesma certeza absoluta que o Nego Di tinha de que não sairia.

Dica: Existe uma metodologia chamada NPS – Net Promoter Score que ajuda você a entender a fidelidade dos seus clientes, isso vai te ajudar a sair da escuridão.

Conheça algumas ferramentas para mensurar o NPS

#1 Lição: Escute seus clientes e sua audiência, você não precisa viver no isolamento de informação do BBB.

Devo desistir das ideias, intuições e percepções?

Absolutamente não! Vou te mostrar uma forma de fazer isso com mais segurança e principalmente transformar suas ideias em um diferencial para o seu negócio.

Se você estiver montando um negócio, seu primeiro desafio será encontrar um produto que o mercado compre, que tenha demanda e torne a empresa viável, a partir disso, você poderá levar sua proposta de valor para mais pessoas e fazer sua empresa crescer.

Essa jornada, principalmente para startups que estão criando modelos de negócios que não existem, é uma jornada intensa que demanda muita energia.

Para atingir sucesso é sempre bom estar em contato com o mercado absorvendo informações que vão ajudar a direcionar seu negócio para o que seu cliente deseja comprar, isso significa que você deve levantar hipóteses, testar e mensurar sempre o resultado das suas estratégias.

Existe uma cultura de experimentação baseada em dados chamada Growth Hacking, ela ajudará você a mostrar o quanto sua ideia faz ou não sentido para o negócio, e principalmente tornar esse processo criativo e de validação algo sistêmico dentro da sua empresa.

De acordo com a pesquisa “State of Growth 2020” feita pela BRSA, 76% dos participantes realizam menos de 10 experimentos por mês, o que significa que é possível começar com poucos experimentos e crescer gradativamente, apenas 0,4% executa mais de 100 experimentos por mês.

Se você quer se aprofundar mais sobre esse assunto, recomendo a leitura do estudo completo: Growth Hacking: Uma cultura de experimentação baseada em dados, desenvolvido pelo Mundo do Marketing.

#2 Lição: Sempre teste, mensure os resultados e transforme as informações em um processo de melhoraria contínua.

Acredite em você e esteja aberto a escutar sempre.

Muitas vezes a resposta que você precisa não estará na opinião de alguém e sim na reflexão que ela pode levar você a ter.

Por:


3 visualizações0 comentário